AK WAVE no Instagram

Juliana Vido(2)
Juliana Vido @julianavido

 

Ak Wave é uma nova marca de joalheria baseada em Dubai, nos Emirados Árabes. Para a campanha de pré-lançamento o seu fundador Ahmad Alkallfi, conceituado designer de joias e grande amante da ilustração, contratou 14 ilustradores mundialmente conhecidos, (incluindo Fernando Chamarelli de São Paulo), para criarem uma campanha para o Instagram. Os ilustradores deveriam criar uma obra animada que incluísse um número específico de diamantes.

Os usuários do Instagram que desejarem participar da promoção devem indicar o número de diamantes contidos em qualquer uma das ilustrações e compartilhar em seu próprio feed a animação de um dos ilustradores, adicionando a hashtag #AKWAVE seguida de sua resposta, (exemplo: #AKWave 150). A competição encerra-se no dia 22 de janeiro e oferecerá ao vencedor um diamante de 1 quilate.

“A ilustração é um elemento importante de design, especificamente feita sob medida. Assemelha-se à forma como é inicialmente expresso o design de uma joia. A ilustração é um meio de comunicação. É uma forma de arte visual. Os trabalhos refletiram a diversidade e a criatividade que definem a ilustração de moda contemporânea”, explicou Ahmad Alkallfi.

A nova marca AK Wave é uma submarca da Alkhallafi Jewellery. Suas coleções Prêt-à-porter seguirão os mesmos padrões de excelência da “marca-mãe”, e estarão disponíveis para os consumidores, brevemente, através de um site de comércio eletrônico.
Confira algumas ilustrações da campanha:

Poppy Waddilove @poppywaddilove

 

Alena Lavdovskaya @alenalavdovskaya

 

Tishk Barzanji @tishkbarzanji

 

Ángel Hernández @angelhernn

 

Fernando Chamarelli @fernando_chamarelli

 

Laila Archieva @lailadarchieva

 

AK WAVE - Frida Wannerberger
Frida Wannerberger – @FridaWannerberger

 

Helena perz Garcia @helena.perezgarcia

 

Noorah Kareem
Noorah Kareem @noorahkareem

 

Hellen Bullock @helendebullock

 

Maggie Cole @maggiecoledraws

 


Zhenya Zhuravlyova @zz_fashion_illustrator

 

Stephanie Hofmann(1)
Stephanie Hoffmann @steffi.hofmann

 

 

Ilustradores:

Alena Lavdovskaya @alenalavdovskaya
Ángel Hernández @angelhernn
Fernando Chamarelli @fernando_chamarelli
Frida Wannerberger @FridaWannerberger
Hellen Bullock @helendebullock
Helena perz Garcia @helena.perezgarcia
Juliana Vido @julianavido
Laila Archieva @lailadarchieva
Maggie Cole @maggiecoledraws
Noorah Kareem @noorahkareem
Poppy Waddilove @poppywaddilove
Stephanie Hoffmann @steffi.hofmann
Tishk Barzanji @tishkbarzanji
Zhenya Zhuravlyova @zz_fashion_illustrator

 

 

“What would you do for love?”

What would you do for love?

What would you do for love?

What would you do for love?

What would you do for love?

What would you do for love?

What would you do for love?

“What would you do for love?”

Natalie Portman protagoniza a campanha publicitária para o Eau de Parfum Miss Dior. O novo perfume da marca apresenta notas doces e suaves e é feito a partir da Centifolia Rose, uma rosa com cem pétalas, originária de Provence. O bouquet floral presta tributo à lendária paixão que o estilista francês nutria pelas flores.

A campanha intitulada Dior Love Chain faz uma provocação ao lançar essa pergunta tão simples quanto arcaica. O objetivo é o de demonstrar o quão importante é o amor para a Dior. Um sentimento que não deve ser apenas expresso por meio de palavras, mas sim por meio de atitudes.

A maison se associou a WE Charity, (instituiçao de caridade canadense que opera programas colaborativos ao redor do mundo), para apoiar o trabalho das Escolas We no Quênia, proporcionando educação a um maior número de meninas quenianas.

Para cada postagem nas redes sociais com a classificação #DIORLOVECHAIN, será doado um dólar para a WE Movement, divisão de caridade da associação canadense. Com a participação das musas Dior, influenciadores, modelos, jovens artistas e pessoas anônimas, a campanha busca a continuidade do projeto e você pode ajudar.

Para participar, responda à pergunta “E você, o que faria por amor?”. Use sua criatividade e conclua o seu vídeo com o nome de uma ou mais pessoas que são especiais para você, que terá de responder e continuar a cadeia. Não se esqueça de usar a hashtag #DIORLOVECHAIN.
E você, o que faria por amor?

 

Shop the Story

 
What would you do for love?

Imagens e vídeo: © Christian Dior Parfumes

 

Hotel Fairmont The Queen Elizabeth

Após uma temporada fechado para reformas, o Hotel Fairmont The Queen Elizabeth localizado em Montreal, reabriu suas portas ao público.

O projeto foi executado pelo escritório Sid Lee Architecture. Um novo design harmoniza uma decoração contemporânea com toques vintage e relembra os anos dourados de Montreal.

O Hotel Fairmont The Queen Elizabeth foi inaugurado em 1958 e continua sendo o maior hotel do Canadá, a leste de Toronto. Um novo restaurante, bar e café apresentam inovadores conceitos gastronômicos.

O Restaurante Rosélys é um moderno bistrô que combina a elegância parisiense com o estilo inglês. O Nacarat Bar mistura o glam rock com o pop e a cultura dos pubs britânicos, porém, o grande destaque do Hotel é a Suíte John Lennon & Yoko Ono.

A suíte 1742, onde John Lennon e Yoko Ono realizaram o icônico Bed-In for Peace, em 1969, foi recriada mas manteve a cama de casal na frente da janela principal. O designer inspirou-se nos lugares onde Lennon e Yoko tinham morado ou visitado, como Londres, Nova York, Tóquio e Nova Deli. Obras de arte, peças interativas e instalações multimídia foram incorporadas à suíte. A instalação está aberta ao público.

Bed-In é o nome do protesto pacífico para promover a paz mundial, feito por John Lennon e Yoko Ono. O ex-beatle casou-se com Yoko em 20 de março de 1969. Os artistas aproveitaram o interesse da mídia em torno de seu casamento e realizaram o primeiro Bed-In, que aconteceu no Hotel Hilton de Amsterdã, onde passaram a lua de mel. O casamento e o primeiro Bed-In foram mencionados na canção “The Ballad of John and Yoko”.

No dia 26 de maio o casal viajou para Montreal e hospedou-se na suíte 1742 do Hotel Queen Elizabeth. Durante os sete dias do segundo Bed-In, eles convidaram alguns artistas para cantar a música em favor da paz: “Give a Peace a Chance”, que foi gravada na suíte, no dia 01 de junho de 1969.

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Suíte John Lennon & Yoko Ono

Imagens: Stéphane Brugger

Hotel Fairmont The Queen Elizabeth
900 René-Lévesque Blvd W, Montreal, QC H3B 4A5, Canadá

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

A delicada obra de Agnes Martin

Agnes Martin

Nascida no Canadá, Agnes Martin (1912-2004) é considerada uma das precursoras da Minimal Art. A atenção dada pela artista às sutilezas de linha, superfície, tom e proporção, produz um trabalho impressionante e complexo.
Suas grandes telas quadradas e inovadoras, muitas vezes quando vistas de longe, parecem ser apenas uma tela em branco.

O compromisso de Agnes era com a crença no poder transformador da arte, na sua capacidade de demonstrar o que chamou de “emoções abstratas” – felicidade, amor, inocência, liberdade, beleza e perfeição.

Ao contrário da obra de Jackson Pollock, protótipo da criatividade autodestrutiva, cujo trabalho, a meu ver, caótico, e que transmite uma enorme inquietação e profunda sensação de desordem, a obra de Agnes Martin é suave e bela. Suas grades e listras em cores delicadas, emitem uma enorme sensação de paz e serenidade.
Inspire-se:

Agnes Martin

Agnes Martin

Agnes Martin

Agnes Martin

Agnes Martin

Agnes Martin

Agnes Martin

“Eu gostaria que meu trabalho representasse beleza, inocência e felicidade. Eu gostaria que todos eles representassem isso.” – Agnes Martin

 

Lorenzo Quinn na Bienal de Veneza

lorenzo8

Um dos pontos altos da Bienal de Veneza de 2017 é a monumental instalação de 9 metros de altura, no exterior do luxuoso Hotel Ca’ Sagredo. Dois enormes braços emergem, entre gôndolas e casais apaixonados, das águas do Grand Canal.
A obra intitulada Support  foi realizada por um dos mais renomados escultores contemporâneos – Lorenzo Quinn. O projeto é patrocinado pela cidade de Veneza e promovido pela Halcyon Gallery, com o apoio do  Ca ‘ Sagredo Hotel.

Quinn é conhecido por usar as partes do corpo humano, especialmente as mãos, em suas esculturas.  Sua obra apresenta um aspecto peculiar e preocupante, que nos transmite uma sensação de medo, ao ressaltar a fragilidade e delicadeza da vida, diante da surpreendente força da natureza.

O aquecimento global vem provocando aumento do nível dos oceanos e pode deixar vários destinos turísticos debaixo d’água – incluindo a cidade de arte flutuante, Veneza, na Itália, seguramente, uma das mais charmosas e românticas do mundo.

“Eu queria esculpir o que é considerado a parte mais difícil e tecnicamente mais desafiadora do corpo humano, a mão. A mão tem poder – o poder de amar, odiar, criar e destruir”, declara o escultor Lorenzo Quinn.

Lorenzo, como todo grande artista, está à frente de seu tempo. Sua obra demonstra a capacidade que os seres humanos têm para modificar e reequilibrar o mundo ambiental, social e econômico. Seu compromisso com o meio ambiente não é nova. O escultor italiano, filho do consagrado ator Anthony Quinn, representou com a sua obra “Força da Natureza II” o tsunami de 2009, revertendo todo o dinheiro arrecadado, para as comunidades que foram afetadas pelo desastre natural.

Support ficará exposta até o dia 26 de novembro, data de encerramento da Bienal de Veneza e nos convida à reflexão. Confira:

lorenzo1

lorenzo2

Imagens: Lorenzo Quinn

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar