bazaruto-archipelago-mozambique

Moçambique comemora 40 anos de Independência

Bazaruto Archipelago Mozambique

Mozambique | Tempo da Delicadeza

Mia Couto - Tempo da Delicadeza

Moçambique, comemora hoje 40 anos de Independência! Um jovem país, com muito a batalhar e construir!
Para celebrar esta data com os Moçambicanos, escolhi um poema de um de seus mais célebres filhos, Mia Couto.
Mia Couto, nasceu em Beira, Sofala, Moçambique, no dia cinco de Julho de 1955. Foi descrito por Henning Mankell como “um homem branco com uma alma Africana”.
É considerado um dos escritores mais importantes de Moçambique, além de ser o mais traduzido e premiado, não esquecendo também que foi  um dos autores do Hino Nacional de seu país.
Sua linguagem poética, suas histórias e poemas encantam o mundo!

Autobiografia

Onde eu nasci
há mais terra que céu.

Tanto leito é uma bênção
para mortos e sonhadores.

E de tão pouco ser o céu
nasce o sol
em gretas nos nossos pés
e os corações se apertam
quando remoinhos de poeira
se elevam nos telhados.

As mães
espanam o teto
e poeiras de astros
cobrem o soalho.

De tão raso o firmamento,
a chuva tropeça nas copas
enquanto nuvens
se engravidam de rios.

Com tanta escassez de céu
não há encosto
nem para a mais minguante lua
e os meninos,
na ponta dos dedos,
ascendem estrelas.

Pois,
nessa terra
que é tanta para tão pouco céu,
calhou-me a mim ser ave.

Pequenas que são,
as minhas asas parecem-me enormes.

Envergando,
escondo-as dos olhares vizinhos.

Nas minhas costas
pesam
versos e plumas.

Voarei,
um dia,
sem saber
se é de terra ou de céu
a pegada do voo que sonhei.

  Mia Couto, em “Vagas e lumes”.

Mozambique | Tempo da Delicadeza

 

 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha *