Inhotim - Galeria Adriana Varejão foto Eduardo Eckenfels

Inhotim, arte contemporânea a céu aberto

Galeria Adriana Varejão - Tempo da Delicadeza

Situado em Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte (MG), o Instituto Inhotim é um Centro de Arte Contemporânea e Jardim Botânico. Possui uma área de 110 ha de visitação, composta de fragmentos florestais e jardins, com uma extensa coleção de espécies tropicais raras, onde estão instaladas obras de arte contemporânea de relevância internacional.

Idealizado pelo magnata da mineração Bernardo Paz e projetado pelo paisagista Roberto Burle Marx,  o Inhotim foi aberto ao público em 2006 e tem forte compromisso com o desenvolvimento da comunidade na qual está inserido. O Instituto participa ativamente da formulação de políticas para a melhoria da qualidade de vida na região, seja em parceria com o poder público ou com o setor privado, seja em atuações independentes.

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Mais de 1 milhão de pessoas visitaram esse lugar singular, um dos principais destinos turísticos e culturais de Minas Gerais e do Brasil.
O Instituto Inhotim é uma entidade privada, sem fins lucrativos, reconhecida pelo Governo Federal e pelo Governo do Estado de Minas Gerais como uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público).

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Arte Contemporânea:
Pinturas, esculturas, desenhos, fotografias, vídeos e instalações de mais de 100 renomados artistas brasileiros e internacionais, de 30 diferentes países, formam a coleção do Instituto Inhotim. De um acervo com mais de 600 obras, cerca de 170 trabalhos encontram-se em exposição atualmente. Os trabalhos foram produzidos nacional e internacionalmente desde os anos 60 até os dias atuais. Eles encontram-se dispostos ao ar livre no Jardim Botânico do Inhotim ou exibidos em galerias.

Jarba Lopes
Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Dos 21 pavilhões, quatro são dedicados a exposições temporárias – galerias Lago, Fonte, Praça e Mata. Com aproximadamente 1.000 m² cada, contam com grandes vãos que permitem aproveitamento versátil dos espaços para apresentação de obras de vídeo, instalação, pintura ou escultura. Bienalmente, esses espaços apresentam uma nova mostra para apresentar novas aquisições do Instituto e criar reinterpretações da coleção. Além disso, novos projetos individuais de artistas são inaugurados, anualmente, fazendo do Inhotim um lugar em constante evolução.

As 17 galerias permanentes foram desenvolvidas especificamente para receber obras de Tunga, Cildo Meireles, Miguel Rio Branco, Hélio Oiticica & Nevilled’Almeida, Adriana Varejão, Doris Salcedo, Victor Grippo, Matthew Barney, Rivane Neuenschwander, Valeska Soares, Janet Cardiff & George Miller, Doug Aitken, Marilá Dardot, Lygia Pape, Carlos Garaicoa e Cristina Iglesias.

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Jardim Botânico:

O Instituto Inhotim não só se preocupa com o meio ambiente, mas está inserido em meio a uma relevante porção florestal remanescente de Mata Atlântica e Cerrado – dois dos biomas mais ricos em biodiversidade e, ao mesmo tempo, ameaçados do planeta, considerados hotspots mundiais.

Dos 110 hectares da área composta de florestas estacionais semideciduais secundárias, 25 são de jardins. Soma-se a essa porção extensa uma área protegida na forma de Reserva Particular de Patrimônio Natural que, desde maio de 2010, está determinada a colaborar de forma vitalícia para a conservação da biodiversidade conectando o Inhotim ao sul da Cadeia do Espinhaço, considerada um dos mais importantes centros de diversidade e plantas do mundo.

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Narcissus Garden obra do artista japonês Yayoi Kusama

Em meados da década de 1980, iniciaram-se as obras paisagísticas dos exuberantes jardins que futuramente viriam formar o Instituto Inhotim. Ao longo do tempo foram sendo adquiridas diversas espécies de palmeiras e árvores nativas brasileiras e exóticas de várias regiões do mundo, que se adaptaram muito bem na região. Os jardins valorizaram a exuberância da flora integrando-a de forma espontânea e harmônica com as paisagens e lagos por meio de caminhos, escadas e pátios construídos a partir de formações rochosas de quartzito natural – inovações que se popularizaram no paisagismo brasileiro.

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza
Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Ações Educativas:

Cerca de 1.500 alunos das redes particular e pública de ensino de Brumadinho e da Grande Belo Horizonte visitam o Inhotim toda semana. Os projetos educativos promovem uma série de ações para aproximar a sociedade dos valores da arte, do meio ambiente, da cidadania e da diversidade cultural.

Inhotim - Tempo da Delicadeza
Dan Graham Bisected Triangle Interior Curve

Jorge Macchi
Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza
Inhotim - Tempo da Delicadeza
Inhotim - Tempo da Delicadeza
Inhotim - Tempo da Delicadeza
Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza
Edgar de Souza

Ações sociais:

A partir de 2007, o Instituto Inhotim inicia seu relacionamento e compromisso com o desenvolvimento de Brumadinho, município no qual está inserido, com o objetivo de fortalecer o capital social. Todas as ações visam a autonomia dos sujeitos, tendo as pessoas e os grupos sociais como centro e objeto de seu trabalho.
O empresário emprega mais de 1.000 funcionários e tem um custo de  R$ 2 milhões mensais na manutenção do Instituto.
Bernardo Paz define-se como uma “pessoa isolada”, que não tem amigos de verdade, e optando por viver em meio a centenas de obras de arte. Afirma que os visitantes pobres são para Inhotim, muitas vezes mais capazes de absorver a importância do complexo.
“Se todos fossem iguais a você…”

Inhotim - Tempo da Delicadeza
Arvore Tamboril
Inhotim - Tempo da Delicadeza
Viewing-Machine

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza

Inhotim - Tempo da Delicadeza
Galeria Praça – John Ahearn e Rigoberto Torres

Rodoviária de Brumadinho – John Ahearn

Inhotim - Tempo da Delicadeza

INFORMAÇÕES GERAIS:

Horário de visitação:

Terças, quartas, quintas e sextas-feiras, das 9h30 às 16h30

Sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30

Transporte Saritur

Saída da Rodoviária de Belo Horizonte de terça a domingo, às 9h (plataforma F2) e retorno às 16h30 durante a semana e 17h30 aos finais de semana e feriados.

Entrada:

Às terças-feiras a entrada é gratuita. Quartas e quintas-feiras, R$ 20. Sextas, sábados, domingos e feriados, R$ 28. (Meia-entrada válida para estudantes identificados e maiores de 60 anos). Crianças de até cinco anos não pagam.

Visite: http://www.inhotim.org.br/
info@inhotim.org.br

Salvar

Salvar

2 comentários em “Inhotim, arte contemporânea a céu aberto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha *