posted by on Arquitetura e Interiores

No comments



Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

O jovem designer francês, Guillaume Alan com escritórios sediados em Paris e Londres,
auto-entitula-se “ensemblier décorateur”, um título usado na França, na década de 40.
Estes profissionais apresentavam uma abordagem holística dos projetos para os quais eram designados, cuidando de tudo, desde a concepção do lugar ao mobiliário para os interiores e arquitetura.
O talento está impresso em seu DNA. Nasceu e cresceu no mundo da arquitetura e design de interiores devido à profissão do seu pai e avó.
Seu trabalho preciso combina, harmoniosamente, a excelência francesa e o refinamento inglês com uma paleta de cores monocromáticas.
Suas coleções de móveis também refletem a busca do jovem designer por um know-how excepcional e genuíno, os intercâmbios entre os artesãos mais refinados da Europa e o uso de materiais como madeira, latão, aço e pátinas artesanais, que asseguram um efeito nobre.
Alan tem trabalhado com Emilie Le Corre desde o princípio. Emilie está no comando dos estúdios de Paris e Londres e eu posso afirmar com segurança, que seu papel é fundamental na vida do designer.
Devido ao seu perfeccionismo e talento, Guillaume Alan está sendo reconhecido internacionalmente como:  “Designer do Momento“.
A seguir conheça um pouco de seu trabalho:  imagens de um apartamento de cobertura na Avenida Victor Hugo em Paris e algumas peças de mobiliário e objetos de sua autoria.

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan, designer of the moment | Tempo da Delicadeza

Guillaume Alan

Visite: Guillaume Alan

 

 

posted by on Design

1 comment



graphite

Nya Nordiska,  prestigiada empresa alemã responsável pela criação de tecidos de alta qualidade para a decoração de interiores, completou 50 anos.
Para celebrar a data foram lançadas as delicadas coleções: Buskage, Petúnia, Polka e Tonno.
A chefe de design, Sybilla Hansl mergulhou nos arquivos de 50 anos da empresa e fez uma releitura destes quatro clássicos, pertencentes à marca.
Cores pastel, tecidos transparentes, brilho, tom sur tom e jogos de cheios e vazios traduzem a elegância da transparência de Nya Nordiska.
Confira:

Transparency and sophistication by Nya Nordiska | Tempo da Delicadeza

Transparency and sophistication by Nya Nordiska | Tempo da Delicadeza

Transparency and sophistication by Nya Nordiska | Tempo da Delicadeza

Transparency and sophistication by Nya Nordiska | Tempo da Delicadeza

 

Transparency and sophistication by Nya Nordiska | Tempo da Delicadeza

Transparency and sophistication by Nya Nordiska | Tempo da Delicadeza

Transparency and sophistication by Nya Nordiska | Tempo da Delicadeza

Transparency and sophistication by Nya Nordiska | Tempo da Delicadeza

posted by on Arte e Cultura

No comments



Muranos - Tempo da Delicadeza

A história do vidro de Murano começa na última década do século XIII.
Em 1291 todos os cristaleiros de Veneza foram obrigados a exilar-se em Murano, devido ao grande risco de incêndio existente, uma vez que a maioria de seus edifícios eram feitos em madeira.
A arte do vidro era restrita a algumas tradicionais famílias do Vêneto. Seus segredos e paixão têm sido transmitidos de geração em geração, inalteradamente, até os dias de hoje.
O vidro é feito com areia de quartzo, chumbo e outros materiais, que são dispostos em um forno a uma temperatura de quase 1.500 graus centígrados, convertendo-se em uma substância em estado de brasa. Logo em seguida, extrai-se esta massa com um instrumento intitulado ‘cana’ que será resfriada no interior de um forno, até que o material resultante possa ser manipulado pelo artesão, mais ou menos à temperatura de 1.250 graus.
A delicadeza  e  beleza do vidro foram reforçadas nas obras de grandes pintores como Titian no “Bacchanal de Andri” e Caravaggio, cujo “Baco” segurava um cálice de murano.
As fundições aperfeiçoaram-se e o espírito competitivo existente entre as cristalerias de Murano, fizeram com que esta arte não parasse no tempo. Hoje são criados vários objetos contemporâneos com igual beleza e harmonia, adequando-se às necessidades e gostos do nosso tempo.

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

 

Murano - Tempo da Delicadeza

 

Murano - Tempo da Delicadeza

 

Murano - Tempo da Delicadeza

 

Murano - Tempo da Delicadeza

 

Murano - Tempo da Delicadeza

 

Murano - Tempo da Delicadeza

 

Murano - Tempo da Delicadeza

 

Murano - Tempo da Delicadeza

Murano - Tempo da Delicadeza

Imagens:
Seguso Murano
Lu Murano
Pinterest

posted by on Arquitetura e Interiores

No comments



Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Esta casa, denominada Park House está localizada em uma área residencial de Madri e é um dos últimos trabalhos apresentado pelo aclamado Stúdio A-cero.
A propriedade consiste em três níveis, dois pisos e uma cave, com uma área total de 980 m2, localizado em um terreno de 2.080 m2.
Volumes, linhas retas minimalistas, grandes painéis de vidro preto e fachada revestida em travertino, são os grandes destaques da residência.
O interior apresenta pé direito duplo, luminosidade abundante e uma imponente escada em espiral.
O Living e a cozinha conectam-se com o exterior, através de grandes janelas de correr.
Os interiores monocromáticos acrescentam elegância e sobriedade à residência.
Confira:

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Park House - A-cero - Tempo da Delicadeza

Imagens: Roi Alonso

 

posted by on Fashion

No comments



Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Raf Simons, diretor artístico da Christian Dior, apresentou no início desta semana em Paris, sua coleção de Alta Costura Outono-Inverno 2015-2016, entitulada “Le Jardin des délices”.
Segundo Raf Simons a inspiração original da coleção veio dos mestres flamengos e de suas abordagens à pintura.
O Show, como já está virando tradição, aconteceu no Museu Rodin.
Os vestidos eram diafános, etéreos e delicados.
Para Raf Simons, Dior é sempre um conto de fadas!
Confira:

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Dior Haute Couture Autumn-Winter 2015-2016

Dior Haute Couture Autumn-Winter 2015-2016

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Makeup
Peter Philips, diretor criativo e de imagem Dior, apresentou uma mulher etérea mas contemporânea, através de uma maquiagem natural e minimalista.

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Dior Haute Couture | Tempo da Delicadeza

Imagens:
Dior
Style